.posts recentes

. e quem diria

. Vai correr tudo bem ... ?

. Pensar em mim!

. Será possivel?

. Saudades de um passado...

. Final feliz...

. Confusões dentro de mim

. Reflexões de Natal...

. Uma 'amizade' do passado....

. Por gostar...

.arquivos

. Maio 2015

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

Quinta-feira, 10 de Maio de 2012
Pensar em mim!

Hoje senti-me na necessidade
de estar sozinha.

Para pensar, para reflectir,
não sei bem…

Peguei no carro e andei por
aí…sem destino…

Parei num sítio que nem
conheço mas que me fez bem…

Transmitiu-me paz e deu-me
capacidade para estar só comigo mesma.

Agora eu sei que ninguém ama
da mesma forma.

Ninguém ama com a mesma
intensidade.

Duas pessoas numa relação não
amam de forma igual.

Agora eu sei isso.

Há sempre um que ama mais e o
outro menos.

É um amor mas sentido doutra
maneira.

À maneira de cada um.

Agora eu sei isso.

Agora eu sei que entre nós, eu
sou a que ama mais.

Eu sou aquela que dá tudo, que
se entrega sem amanhã, que corre atrás só para te ver feliz.

Sou aquela que abdica de
algumas coisas só para te ver bem.

Sou eu que seguro as pontas e
estico a corda quando a nossa relação assim o exige.

E tu…tu és aquele que
simplesmente recebe.

Aquele que espera sempre o
máximo de mim.

Que espera que te alegre nos
teus momentos menos bons.

Hoje olho para trás e não sei
o que ficou, não sei o que restou de tudo aquilo que fomos um dia.

Agora penso e vejo que está na
altura de pensar em mim.

Eu esqueci-me disso por muito
tempo.

Esqueci-me que eu também existo
e que em primeiro lugar está o meu bem-estar.

Aprendi que não dependo de ninguém
para ser feliz, não tenho o direito de impor essa responsabilidade a ninguém quando
isso só depende de mim.

Não tenho de esperar que alguém
me complete, eu própria tenho de ser inteira sozinha.

Tudo o resto é um bónus…

Por isso para mim chega…

Chega de tudo mas no fundo
chega de nada pois é isso que me tens dado…

publicado por Cris às 12:54
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Maio de 2012
Será possivel?

É possível gostar de alguém só
às vezes?

Amar só de vez em quando?

Será o amor um ciclo?

É possível morrer de saudades
num dia e no outro a seguir, pouco ou nada se lembrar dessa pessoa?

É possível?

Ou é impossível…

Impossível gostar todos os
dias, sempre da mesma maneira…

Será assim tão impossível?

Porque é que as pessoas não se
entregam?

Porque evitam dizer o que
sentem?

Porquê tanto medo, tanto
receio…

Será por não amar o suficiente
ou será por amar demais e não saber a resposta do outro lado?

Porque é que não valorizam
enquanto têm?

Porque deixam o orgulho falar
mais alto quando disso depende o “ir” ou o “ficar”?

Em busca de respostas, só consigo
encontrar mais perguntas, mais problemas sem solução…

Penso e reflicto.

Paro e volto a pensar
novamente.

Começo a achar que esse é o
grande problema: pensar demais!

Olhando para trás, agora vejo,
também eu cometi estes erros…

Porque é que não me entrego?

Porque é que tenho tanto medo
de mim mesma?

Será que amo de uma forma que
nem eu consigo controlar?

Porque não dei valor enquanto
o tive?

Porque é que o meu orgulho não
fica calado quando assim é preciso?

Eu própria me questiono e
nisso me afundo nos meus próprios problemas sem solução.

Todos falam que o caminho é em
frente mas…como seguir em frente se deixei a minha felicidade para trás?!

  

publicado por Cris às 00:11
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. Nunca é um Adeus...

.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds