.posts recentes

. e quem diria

. Vai correr tudo bem ... ?

. Pensar em mim!

. Será possivel?

. Saudades de um passado...

. Final feliz...

. Confusões dentro de mim

. Reflexões de Natal...

. Uma 'amizade' do passado....

. Por gostar...

.arquivos

. Maio 2015

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

Sexta-feira, 27 de Abril de 2012
Saudades de um passado...

Ultimamente tenho pensado
demasiado em ti.

Em ti e em nós.

E em tudo que fomos e não somos
mais.

A tua presença na minha vida
está a fazer-me tanta falta que eu própria já não sei gerir os meus
sentimentos.

Vejo as nossas fotos e recordo
os momentos de cada uma delas.

O teu número na minha lista
mantêm-se mas o meu orgulho grita mais alto que a vontade de te ligar.

Eu segui em frente, eu esqueci
tudo e mostrei-me forte perante tudo aquilo que aconteceu connosco, mas a
verdade é que mais ninguém foi capaz de substituir a nossa amizade.

Por fora, a minha aparência parece
indestrutível mas só eu sei o que vai aqui dentro.

Só eu sei o quanto me custa
ignorar-te e mostrar-me duma maneira que no fundo não faz parte da minha
personalidade.

Sinto-me cansada…

Cansada das coisas que não voltam
mais.

De coisas que eu não preciso
mas das quais sinto tanto falta!

Porque é que as coisas mudaram
tanto?

Tudo poderia ser tão mais
simples se nós próprias não fossemos tão complicadas…

Aquilo que um dia nos uniu,
hoje só nos separa.

Segredos e conversas que só
contigo poderiam ser desabafados, hoje guardo só para mim…

Não sei mais nada de ti…

Tu pensas que já te esqueci e
eu acho o mesmo em relação a ti, mas no fundo, o meu coração diz que não…que
mesmo depois de tudo, ainda continuamos ligadas.

Eu sinto a tua falta quanto tu
sentes a minha…

Mas sei que pensar e falar
sobre isto só me faz mal.

Já está mais do que na hora de
seguir em frente, com ou sem a tua amizade, a vida continua.

Escrevo e falo sozinha mas só
eu sei o quanto tudo isto é fácil quando na verdade, esquecer-te ou tirar-te da
minha vida, é missão impossível.

Apesar dos erros e das falhas,
de parte a parte, só nos amadureceu.

O tempo passou e crescemos mas
hoje aqui, mesmo sem ti, eu tenho a certeza que continuas a ser a melhor amiga
que eu sempre quis ter e tive…

publicado por Cris às 00:08
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. Nunca é um Adeus...

.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds