.posts recentes

. e quem diria

. Vai correr tudo bem ... ?

. Pensar em mim!

. Será possivel?

. Saudades de um passado...

. Final feliz...

. Confusões dentro de mim

. Reflexões de Natal...

. Uma 'amizade' do passado....

. Por gostar...

.arquivos

. Maio 2015

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

Domingo, 4 de Setembro de 2011
Para quem está a passar pela fase do "Custa"...

Custa...

Custa saber que já não estás aqui.

Pensar que amanhã é excusado esperar por ti...tu não virás!

Custa saber que não te ligarei para dar 'Bom Dia', para saber como estás, como foi o teu dia ou simplesmente para te dizer: "tenho saudades tuas".

As nossas vidas tomaram rumos diferentes.

Tudo parecia eterno mas não foi assim.

Tudo tinha o necessário para dar certo...entretanto tudo deu errado!

Custa saber que não vou ter o teu abraço, o teu carinho, as tuas palavras no meu ouvido, o teu toque, o teu cheiro, o teu sorriso.

Sei que é hora de seguir em frente, tentar ser forte mas é mais fácil falar do que fazer.

As horas passam mas nada acontece, nada faz sentido.

Penso como seria se ainda estivéssemos aqui juntos, penso, penso, penso, penso mas no fundo sei que isso só me faz mal, só me magoo.

Em frente ao espelho prometo a mim mesma que não vou chorar...

Olho para trás e só vejo os meus sonhos desfeitos, projectos que resultaram em nada, promessas em vão.

Porque é que tudo tinha de ser assim?

Era tão mais fácil não te ter conhecido...

Era tão mais simples não ter-mos vivido tudo que vivemos...

Penso que custaria muito menos.

Mas pensar para quê?

As coisas aconteceram simplesmente porque tinham de acontecer...

Mas sinto-me cansada...

Cansada das noites sem dormir, sem te conseguir tirar da minha cabeça.

Cansada das olheiras por causa das lágrimas que não mereces.

Estou cansada, estou no meu limite, no limite de mim mesma.

Não consigo ver nada, não consigo ouvir ninguém.

O amor é tão bonito enquanto dura...mas, e depois?

Já não me sinto...

Aquilo que sempre fui parece estar a desaparecer...

Custa...

publicado por Cris às 13:31
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.favorito

. Nunca é um Adeus...

.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds